terça-feira, 3 de março de 2009

A filosofia do gari Renato Sorriso

Hoje eu estava lendo umas reportagens e o que mais me chamou a atenção foi o que disse uma das figuras mais clássicas do carnaval carioca:

“Acho bacana o que eu faço. Acho bonito ser responsável por uma área, por uma rua. Os moradores confiam em mim, me valorizam muito. Só peço uma coisa: se um dia eu errar, não venha me dar uma bronca, venha me explicar como é o certo. Porque eu faço com coração”.

Lindo né!!!


Em seguida ele disse:

“O gari pede um copo de água numa casa e ouve que não tem copo, que não tem água. Aquela pessoa que negou não sabe que foi você que limpou a rua dele”.

É uma verdade cruel, mas infelizmente ainda é uma verdade.



Segunto ele:

“A mão do gari pode estar suja do trabalho, mas é limpa de honestidade”.

E pensar que muita gente dá mais valor aos desonestos de mãos limpinhas. REVOLTANTE!!!



Confesso que me comovi lendo essa reportagem. Afinal de contas, isso é mais uma prova de que somos o resultado nas nossas ações, dos nossos pensamentos.


Espero que cada um reflita, segundo sua própria experiência de vida, sobre as sábias palavras do Sr. Renato.

Sorrisos a todos!!!

3 comentários:

Alline disse...

Amiga, lindo o post....adorei.
Difícil é aceitar que existam pessoas assim no mundo, capazes de negar um copo d'água.
Enfim, a nós, cabe fazer nossa parte, dos demais, deixa na mãos de Deus.

Bjks!!!!

Alline disse...

Amiga, lindo o post....adorei.
Difícil é aceitar que existam pessoas assim no mundo, capazes de negar um copo d'água.
Enfim, a nós, cabe fazer nossa parte, dos demais, deixa na mãos de Deus.

Bjks!!!!

gabi Moraes disse...

Olá, tava um tempo sem aparecer por um aqui
mas seus textos continuam ótimos
:D
sim, sábias palavras do Renato
é uma pena que as pessoas ainda tenham atitudes como estas!!
revoltante mesmo
mas o melhor é que apesar de todas as dificultades ele mante a honestidade e é claro o sorriso
grande beijo!
Gabi